Saiba como escolher um profissional de compras

Pesquisas apontam que, em média, 40% dos custos finais de um produto/serviço têm como início o setor de compras. Toda empresa precisa comprar de outras para oferecer seus bens ou serviços no mercado. O preço que se investe em um insumo interfere no valor final do produto ou serviço ofertado, ou seja, na decisão de compra do cliente final.

Dessa forma, o profissional de compras é fundamental para o negócio: ele é a peça-chave para a empresa conseguir adquirir os insumos necessários com um bom custo-benefício e fechar parcerias vantajosas com os fornecedores.

Para saber comprar é preciso mais que uma boa rede de contatos ou trabalhar com base nas experiências de vendas. É importante que se tenha amplo conhecimento dos processos envolvidos no planejamento da organização, como contatos com fornecedores, gestão de estoque, formação de preço, concorrência de mercado, competitividade, entre outros fatores.

Pensando nisso, separamos algumas competências que você precisa analisar ao escolher um profissional de compras. Confira!

Organização

O setor de compras é acionado por várias frentes de trabalho e se o profissional não for organizado, não vai conseguir começar e terminar nenhuma cotação com resultado satisfatório. Assim, estará sempre atrasado com os assuntos das áreas solicitantes, não conseguindo realizar o trabalho.

Neste sentido, uma boa estratégia de follow up é essencial para manter os trabalhos em ordem.

Relacionamento interpessoal

Esta é uma característica que se espera em todo profissional. Ocorre que, para o profissional de compras, esse atributo é muito mais relevante, pois o departamento de compras atua com diversas áreas como financeiro, produção, engenharia e comercial.

O poder de convencimento também é importante não só para negociar prazos e condições de pagamentos com os fornecedores, mas também para, internamente, negociar prioridades com as áreas solicitantes.

Conhecimento do mercado

É fundamental que o profissional de compras saiba o que está comprando, tendo ciência de quais são os principais riscos e oportunidades do mercado. É relevante saber, por exemplo, se o material usado para produzir o bem que se está comprando é atingido por qualquer fator que possa alterar seu preço final.

De posse desses dados, é possível programar de forma mais estratégica o período para se fazer a compra de forma a trazer o melhor resultado para a empresa.

Alinhamento com os objetivos da empresa

Para que o comprador atue de forma eficiente, ele precisa conhecer quais são os objetivos da organização para a qual trabalha, de forma a ajustar as suas negociações para o alcance destes.

Não é eficiente, por exemplo, negociar uma baixa de preços para a compra de um lote maior de insumos, se a estratégia da organização é a redução de estoques para ganho de espaço, com a intenção de se começar uma nova linha de produção.

Ética

O profissional de compras deve zelar pela ética no seu dia a dia, informando de modo objetivo quais são as regras da organização e a conduta esperada das empresas participantes da concorrência. Ele deve ser honesto e não pode aceitar brindes ou agrados que influenciem a escolha por um determinado fornecedor.

Agora que você já sabe o que analisar ao escolher um profissional de compras, que tal compartilhar este artigo nas redes sociais para que mais pessoas possam interagir com o tema?









0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *