Projeto com hora aberta ou fechada

Projeto com hora aberta ou fechada?

Projeto com hora aberta ou fechada? Qual a melhor escolha?

 O que é melhor e mais seguro para minha empresa?

Um projeto com hora aberta ou fechada nada mais é que um conjunto de atividades iniciadas e finalizadas em um período de tempo específico, isto é, com início e fim previamente definidos.

 

Projeto hora fechada:

Este é mais detalhado em suas atividades pois necessita garantir a entrega do que foi contratado no prazo e no custo.

Muitas empresas acreditam que o projeto hora fechada traz mais segurança e menos riscos, pois é transferida toda a responsabilidade à consultoria que irá realizar as atividades.

Porém, cabe lembrar que durante o projeto, muitas atividades devem ser realinhadas por causa de necessidades não previstas, e processos que estão em constante evolução nas empresas.

Desta forma, para a adequação da nova necessidade, é necessário ter uma gestão de mudanças muito mais atuante do que em projetos abertos, pois o ajuste no escopo nesta modalidade não é previsto.

 

 

Uma vez ouvi uma frase de um diretor que disse: “Se eu jogar uma moeda agora pela janela, daqui a “x” meses um caminhão vai passar e a moeda cairá dentro dele? ”.

Claro que foi uma brincadeira, mas com muita propriedade, é impossível o Gestor da Empresa e o Gerente de Projeto saberem antecipadamente tudo que irá acontecer no decorrer do projeto.

Projeto hora aberta:

Já no projeto hora aberta, a pergunta e a insegurança sempre são as mesmas: “Quando vai acabar e quanto vou gastar? ”.

Da mesma forma que o projeto fechado este também possui definições de atividades, porém com uma flexibilização para adequação às constantes evoluções das empresas.

Também conhecido como projeto sob demanda ou sob entrega. O foco desta modalidade, fica no comprometimento e na disponibilidade entre a empresa e a consultoria.

Tudo é calculado em horas versus comprometimento, para realizar as tarefas definidas no início do projeto. A falta de comprometimento de qualquer uma das partes, neste período acarreta o acumulo de horas, a não entrega nas datas pré-determinadas, e o principal, o custo não previsto.

Todas as demandas que surgem no decorrer do projeto são facilmente assimiladas pelo Gerente de Projeto e suas horas acrescentadas no escopo inicial.

Hoje em dia ouvimos muito falar sobre gerenciamento ágil de projetos, com metodologia como o Scrum, que para projetos com horas abertas é o ideal, mas esse é um outro assunto que falaremos em outra matéria.

Ambas modalidades possuem seus prós e contras, cabe ao gestor identificar qual se enquadra melhor à sua forma de gerir projetos:

 

  Aberto Fechado
Custo Aliado ao consumo De acordo com o escopo definido em contrato
Prazo Flexível Inflexível
Mudanças Inerentes ao projeto Fora do escopo, necessitando aprovação
Responsabilidade de cumprimento de prazos Consultoria e Cliente Consultoria
Gestão do cliente Altamente atuante Atuante

 

Ainda vale lembrar que para toda implantação sistêmica, seja projeto com horas em aberto ou fechado, é fundamental mapear seus processos, pois desta forma os riscos de grandes divergências entre a expectativa e a entrega serão minimizados.

Assim conseguiremos atender às 03 premissas inerentes à contratação de um projeto:

1) Os processos da empresa estão aliados ao sistema.

2) As expectativas dos usuários foram atendidas.

3) O que desejo e preciso estão em sintonia.

 

Leia também: “Mapear processos antes ou depois de adquirir o sistema?”

http://anadi.com.br/mapear-os-processos-antes-ou-depois-de/

 

Quer receber mais matérias sobre esse assunto?

 

Cadastre-se em nosso site, e receba gratuitamente conteúdos relacionados a esse e outros assuntos.

 

Clique aqui

 

http://bit.ly/29oUjZ9

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *