Gestão do Capital Humano

Gestão do Capital Humano – Com quem você quer estar?

Gestão do Capital Humano – Com quem você quer estar?

****************************************************************************************

Quando falamos em Gestão de Capital a primeira coisa que nos vem à cabeça são os recursos financeiros, dinheiro, capital social da empresa. É natural. Porém, hoje o objetivo é falar de outro tipo de capital: O Humano. Muito negligenciado no passado, hoje a Gestão de Capital Humano tomou força e tornou-se diferencial competitivo para as organizações. O maior e mais importante Capital de uma empresa são seus colaboradores, seus talentos e conhecimentos. A capacidade de desenvolver e reter profissionais qualificados faz com que as empresas se destaquem, principalmente em mercados cada vez mais tecnológicos e dinâmicos. Em um mundo globalizado, muitas vezes o fator limitante de crescimento de uma empresa não está no fator financeiro, mas no capital humano, pois ele é o ativo mais relevante de uma organização.

Abordamos abaixo, de forma bem simplista, alguns conceitos de valorização para atrair e reter talentos para sua empresa:
Conhecimento e aprendizado – Estimule seus colaboradores a trocar experiências, todos trazem bagagens de vida, de experiências profissionais anteriores. Dissemine o conhecimento e habilidades. Crie um ambiente de ajuda e colaboração mútuas;
Independência e Autonomia – Delegue, confie, oriente, mas acima de tudo dê autonomia e independência para seus colaboradores. Deixe fluir seus talentos e criatividade. Acredite na capacidade de eles lidarem com problemas, de tomarem decisões e assumir riscos. Crie um ambiente onde estejam definidos os papéis, responsabilidades e metas. Isso potencializa o trabalho e o senso de responsabilidade;

Respeito e confiança – Fundamental para que se estabeleça uma relação de confiança, o líder deve sempre ser educado, cortês, amável e honesto. Crie um ambiente saudável e positivo, cultivando sempre a harmonia e eliminando o medo. Aceitar e reconhecer as diferenças individuais, criará uma relação de respeito duradoura e harmoniosa;

Envolvimento e participação – Crie em sua equipe o senso participativo, envolva-os nas decisões, ouça suas opiniões e ideias nos projetos. E sempre dê feedback dos resultados, positivos ou negativos;
Crescimento e desenvolvimento – Estimule a equipe a crescer intelectualmente, invista em treinamentos constantes, motive-os a se autodesenvolverem. Conhecimento nunca é demais e impertinente.

A qualificação do pessoal e o estabelecimento de condições mais seguras e confiáveis de operabilidade reduzem os riscos e consequentemente, as perdas de capital humano e financeiro, auxiliando no desenvolvimento tecnológico e social da empresa.
Enfim, invista em pessoas. O retorno é compensador e lucrativo!

**************************************************************************************
Cadastre-se na nossa área VIP. Você recebe gratuitamente conteúdos específicos do seu interesse.

http://bit.ly/2ajzGdj

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *