Fluxo de Caixa

Fluxo de Caixa, Porque Sua Empresa Precisa Ter isso Urgentemente

Fluxo de Caixa, Porque Sua Empresa Precisa Ter isso Urgentemente

Para se ter uma gestão financeira eficiente em uma empresa é fundamental que sejam adotadas algumas estratégias e ferramentas. A primeira delas é a disciplina. Todo gestor deve definir um local e hora para fazer a gestão financeira, pois é nesse momento que serão avaliados os números gerados, os ativos, passivos, investimentos, etc. e qual a principal ferramenta de análise dos dados? O Fluxo de Caixa. Definido se esse fluxo será pelo Regime de Caixa (mais indicado) ou Regime de Competência, ele pode ser feito de forma sintética e/ou analítica. O objetivo do fluxo de caixa basicamente é apurar o saldo disponível para que haja sempre capital de giro na empresa, base fundamental para tomada de decisão sobre futuros investimentos em máquinas e equipamentos, aplicações financeiras, etc.

 

 

Nele deverão ser registrados todos os recebimentos (vendas à vista, a prazo, cartões, duplicatas) e todos os pagamentos (fornecedores, impostos, infraestrutura, folha de pagamento, pró-labore, etc.) previstos para o dia, a semana e até para o mês. Com essa organização dos números, o gestor pode planejar algumas decisões importantes como a redução de despesas, o planejamento de investimentos sem o comprometimento do lucro, a organização de promoções para desencalhe de estoque, o planejamento de solicitação de empréstimos, a negociação para uma dilatação de prazo com fornecedor e outras medidas para que possíveis dificuldades financeiras possam ser evitadas ou minimizadas.

 

Saldos negativos também devem ser analisados. A primeira providência é descobrir as causas: atraso nos recebimentos, alta taxa de inadimplência, queda repentina nas vendas, atraso nos recebimentos dos clientes, etc. Este problema também ocorre se as diferenças entre os prazos de recebimentos e pagamentos forem altos e a empresa não se planejar, com a reserva do capital de giro. Se a empresa vender muito mais em um mês do que em outro, sem se organizar, poderão ocorrer falhas no fluxo – já que os pagamentos podem ocorrer antes dos recebimentos relativos às vendas.

A partir das possíveis causas para os saldos negativos, devem-se definir as estratégias. Entre elas, antecipação das vendas, recebimentos de títulos a vencer, prorrogação de pagamentos, análise dos estoques, da estrutura dos custos e das despesas fixas.

Empréstimos bancários, dos sócios e antecipação de recebíveis são alternativas viáveis, porém é importante reforçar que estes não devem ser o primeiro recurso. Se realmente forem necessários, todo cuidado é pouco e também é necessário livrar-se de um mito: O banco não é amigo! O Correto é ter PLANEJAMENTO e isso só será alcançado através de uma boa gestão e um eficiente Fluxo de Caixa.
Quer receber mais matérias sobre esse assunto

Cadastre-se aqui:  http://bit.ly/29LQMW2

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *