Ao procurar pelo termo ‘ERP’ na web, a quantidade de informações que surge pode ser enorme, o gera até um pouco de confusão. Cada fornecedor desse tipo de solução parece ter sua própria definição, apesar do conceito ser muito bem consolidado.

Essas diferenças, no entanto, sublinham a flexibilidade que pode fazer de um ERP, uma poderosa ferramenta de negócios.

Para erradicar as dúvidas e demonstrar o quanto essa solução pode ser benéfica para os resultados da sua empresa, elaboramos este artigo. Continue lendo!

Afinal, o que é um ERP?

ERP é o acrônimo de Enterprise Resource Planning, ou, Planejamento dos Recursos da Empresa em bom português. Trazendo para o coloquial, um ERP é um software integrado de gestão empresarial.

Ao utilizar um ERP, a empresa integra todos os departamentos e suas várias funções em um sistema completo para agilizar suas informações e processos administrativos. Tecnicamente falando, a principal característica desse tipo de solução é um banco de dados compartilhado que suporta múltiplas funções desempenhadas no dia a dia da operação.

Na prática, isto significa que os funcionários em diferentes departamentos (por exemplo, contabilidade, vendas, manufatura, distribuição e logística) contam com as mesmas informações para desempenhar suas atividades.

Fale pelo Messenger agora mesmo

Quais benefícios um ERP pode trazer para a sua empresa?

Aqui estão, em detalhes, os cinco principais benefícios que você pode obter com essa solução:

Eficiência e competitividade

Um sistema de ERP elimina processos repetitivos e reduz significativamente a necessidade de inserir manualmente as informações. O sistema também agiliza processos de negócios e torna mais fácil e eficiente o recolhimento de dados.

Em outras palavras, a operação ganha mais eficiência e o negócio se torna mais competitivo.

Integração de informações

Em vez de ter dados distribuídos ao longo de uma série de bancos separados, todas as informações ficam armazenadas e são processadas em único local. Dentro do ERP, os dados podem ser constantemente atualizados, sem a necessidade de duplicação de arquivos e documentos nos diversos departamentos.

Automação de processos

Outra característica marcante do ERP é que ele oferece automação dos processos. Assim, por meio das funcionalidades parametrizadas, um profissional só inicia o seu trabalho quando outro cumpre com a sua parte.

Por exemplo, ordens de compra e venda fluem automaticamente para o sistema financeiro, sem qualquer re-digitação manual. Isso faz com que o processamento de pedidos seja mais rápido e preciso, e o departamento de finanças pode computar mais rapidamente, fechar seus livros e manter o fluxo de caixa, por exemplo, saudável, sem erros.

Redução de custos e ganho de produtividade

Ao centralizar os trabalhos em um único e eficiente sistema ERP, o time tende a fazer suas entregas com mais rapidez. O sistema evita erros e retrabalhos que costumam ser grandes devoradores de tempo. E isso, como sabemos, reflete na otimização dos custos e na qualidade da produção.

Melhorias gerenciais

O ERP também torna a geração e a análise de relatórios gerenciais mais fácil e personalizável. Com isso, os gestores podem responder a pedidos de dados complexos com mais facilidade, sem ajuda da equipe de TI. Ou seja, em poucos cliques é possível verificar as informações necessárias para tomar decisões estratégicas.

Segurança da informação

Por fim, é essencial pontuar que com um bom ERP, a empresa melhora a precisão, a consistência e a segurança dos dados. Todas as informações são concentradas em um único ambiente, o que facilita o monitoramento dos dados e evita perdas e alterações indesejadas.

Você já conta com um ERP em sua empresa? Faça contato conosco e veja como podemos ajudá-lo a implementar a solução perfeita para melhorar os resultados da sua empresa!