Os 6 erros comuns na hora de investir em TI

Sua empresa precisa investir em TI, mas como saber se as suas escolhas são as melhores para conseguir extrair o máximo dos equipamentos e serviços adquiridos?

Esta é uma dúvida de muitos gerentes responsáveis pelas decisões financeiras dentro de uma empresa. Se você não quer ficar na dúvida, nós preparamos uma lista com 6 erros comuns que você não pode cometer na hora de fazer esse investimento. Confira!

1. Falta de planejamento

Uma TI eficiente e que traga o máximo de seus benefícios para uma empresa só é possível com um planejamento adequado, que vislumbre soluções tecnológicas para a otimização de processos problemáticos.

Deixar de fazer um estudo adequado sobre o estado da TI na sua empresa hoje é a fórmula mais comum para gastos desnecessários de tempo e dinheiro. Uma boa pesquisa de mercado, testes controlados e a busca por foco na solução de problemas é a melhor forma de garantir o sucesso no futuro.

2. Não investir em infraestrutura

Não adianta encontrar soluções para os problemas que a empresa tem hoje se a infraestrutura de TI não comporta a implementação de novas ferramentas e serviços.

Licenças de softwares, novo hardware, atualização e contratação de serviços de Cloud Computing são exemplos de investimentos que podem facilitar o acerto na hora de planejar uma TI mais eficiente.

3. Não treinar sua equipe

Muitas empresas não conseguem aproveitar o máximo de suas soluções em TI por pensarem muito no fator tecnológico e pouco no humano. Equipes despreparadas prejudicam a própria capacidade de trabalho e ainda comprometem a disponibilidade geral do sistema, colocando no ar ferramentas incompletas ou mal implementadas.

4. Não pensar no longo prazo

Como a tecnologia avança muito rápido, alguns empresários, gerentes e profissionais tendem a acreditar que soluções de investimento em TI devem ser imediatas e pensadas para um futuro próximo.

Esse tipo de pensamento leva ao desperdício de capital e uma necessidade constante de ajustar a operação. A TI deve se adequar às novas soluções de mercado, mas a estratégia de implementação, monitoramento e iteração tem de ser pensada para longos períodos — as ferramentas podem mudar, mas a filosofia de investimento em tecnologia precisa ser constante.

5. Ignorar novas soluções em tecnologia

O oposto também acontece muito, empresas que se recusam a planejar fora da sua zona de conforto e, quando percebem, já estão muito atrás da concorrência.

Iteração e inovação fazem parte de um ciclo fundamental para empresas que querem estar sempre na ponta. A TI, hoje, tem papel vital nessa relação entre identificação de problemas e busca por novas soluções.

6. Não contar com a ajuda de uma consultoria para investir em TI

É claro que acertar um investimento em TI nunca é uma tarefa fácil, principalmente para empresas que ainda lidam pouco com tecnologia ou não possuem equipe suficiente para levantar tantas variáveis e buscar soluções realmente inovadoras.

Mesmo assim, vários empresários tentam fazer por conta própria esse planejamento e terminam com menos do que poderiam conseguir com o investimento feito. Sem ajuda especializada no assunto, fica difícil garantir não só a contratação e aquisição, como também uma implementação adequada que resolva seus problemas de forma efetiva e ajude o negócio a crescer.

Você encontra a mesma dificuldade para investir em TI? Então a ajuda de uma parceira consultora pode ser exatamente o que você precisa para não cometer estes erros. Se você acredita que esta é a melhor saída, pode continuar pesquisando sobre o assunto lendo este artigo sobre como escolher a melhor opção em consultoria empresarial!