manutenção de ativos

Aumente o tempo de vida do seu Ativo e seja mais competitivo

A gestão de ativos consiste em boas práticas que podem ser utilizadas pelas organizações em seu processo de controle de ativos e que buscam alcançar um resultado desejado e sustentável. Refere-se a gestão de todo o ciclo de vida de um ativo, desde sua aquisição até o seu descarte. Neste tipo de gestão devem ser considerados todos os controles necessários para garantir o registro de detalhes e valores de um ativo, que devem estar condizentes com os dados registrados no sistema/software utilizado, e deve garantir o controle de entrada e saída, reposições e reconciliação do balanço do estoque.

Fonte: Wikipédia

A gestão de ativos realizada de forma profissional, instrumentada, utilizando os avanços tecnológicos disponíveis, é fundamental para a empresa competir no mercado globalizado. Assim, planejar, gerenciar e organizar o departamento de manutenção requer sistemas modernos e confiáveis. Hoje o mercado disponibiliza softwares que proporcionam uma administração completa de todo o processo de engenharia de manutenção, passando pela gestão de materiais, que consiste num controle efetivo de todos os insumos necessários para a sua execução, como itens de estoque, ferramentas e equipamentos, além de gerir a disponibilidade de mão de obra e terceiros. Determina os custos, os contabiliza e registra o histórico das manutenções.

Esses softwares também disponibilizam Indicadores Gerenciais, ferramentas poderosas que permitem a apresentação da mais variada gama de indicadores gerenciais de forma flexível e versátil. Também é possível a integração com o ERP em diversos módulos como Compras, Estoque, PCP, Qualidade, Gestão Ambiental, etc.

A gestão de ativos é fundamental para priorizar investimentos e concentrar esforços nos ativos mais críticos, que sustentam os processos da organização. Assim, a empresa poderá focar nos benefícios que trarão maior ganho a sua empresa como:

  • Rastreabilidade dos ativos;
  • Otimização do uso dos ativos em todo seu ciclo de vida;
  • Aumento da disponibilidade dos ativos;
  • Redução dos custos em reparos e aumento de produtividade;
  • Melhoria do planejamento das ações sob os ativos;
  • Qualidade dos serviços prestados aos clientes;
  • Maximização dos resultados da empresa;
  • Segurança e conformidade com as regulamentações.

 

Assim, ter uma gestão eficaz, proporcionará a prorrogação ou mesmo eliminação de paradas de manutenção e manterá os ativos em operação pelo maior tempo possível, tornando a empresa mais rentável. Por isso, a manutenção deve ser encarada como um centro gerador de resultados para a organização e considerada uma atividade de gerenciamento a ser feita com critério e responsabilidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *